Entrada e Formalidades

Para se chegar ao arquipélago da Madeira, o meio mais usual é o transporte aéreo, sendo as principais portas de entrada os Aeroportos Internacionais da Madeira e do Porto Santo, existindo também voos regulares entre os dois aeroportos.

Existem várias ligações diárias entre a Madeira e as cidades de Lisboa e Porto. O arquipélago é servido por ligações aéreas regulares para várias cidades Europeias, como Londres, Dublin, Caracas, para além dos voos charters.

O porto do Funchal, tal como o da ilha de Porto Santo, é escalado por navios de cruzeiro, em particular no Outono e Inverno, bem como por iates que, devido a posição geográfica do arquipélago, fundeiam amiúde nas excelentes marinas ao seu dispor.

Existe uma ligação regular entre as ilhas da Madeira e Porto Santo, assegurada por um Ferry Boat.

Como território português, para visitar a Madeira, o estrangeiro deverá ser portador de passaporte e, para alguns casos, de um visto, com excepção dos cidadãos da União Europeia e Suíça, para os quais é apenas necessário o bilhete de identidade.

Nos países em que Portugal não tenha representações oficiais, deverão os interessados dirigir o seu pedido de visto às autoridades portuguesas.

Os serviços de fronteiras e alfândegas efectuam o controle de entrada e saída de pessoas e bens.

Para circular em automóveis, motociclos ou outros veículos, à excepção de bicicletas, os cidadãos estrangeiros devem possuir licenças internacionais ou carta de condução do país de origem. As capitanias dos portos efectuam o controle de entrada e saída de barcos.

ptenfrdeitrues

rotadoscetaceos

Back To Top